70% dos alimentos consumidos pelos gaúchos vem da agricultura familiar

A agricultura familiar é um dos grandes trunfos no Rio Grande do Sul para garantir o acesso aos alimentos. De acordo com a Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Estado, das 365 mil propriedades no meio rural, cerca de 80% se dedicam a este trabalho. Essas famílias produzem mais de 70% dos alimentos que vão a mesa dos gaúchos.

Atualmente, mais de 716 mil pessoas trabalham com suas famílias no meio rural aqui no Estado. A importância desta mão de obra está na mesa dos consumidores. Ao todo, 81% da produção de frango, 61% do suíno, mais de 64% do leite e cerca de 30% do arroz têm origem nestas propriedades, que posteriormente também são distribuídas em todo o território nacional.

“A produção de alimentos está centrada na agricultura familiar porque tem mão de obra para produzir, e a grande parte da produção de alimentos é feita em pequenas propriedades. Ela emprega mão de obra, mas também investe. Hoje, se olharmos nas feiras dentro de uma Expointer, por exemplo, em torno de 55% a 65% dos negócios feito na Expointer são feitos através do Mais Alimentos na Agricultura Familiar”, destacou o presidente da Fetag, Carlos Joel.

A produção tem influência direta no setor econômico. Além de gerar empregos, toda a renda da produção de alimentos é reinvestida, girando a economia local.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *