A polícia encontrou um pavilhão usado como esconderijo para veículos roubados em Porto Alegre

A Polícia Civil localizou na noite de segunda-feira (19), no bairro Anchieta, na Zona Norte de Porto Alegre, um pavilhão utilizado como esconderijo para veículos furtados e roubados. A ação foi realizada pela Delegacia de Repressão ao Roubo de Veículos do Departamento Estadual de Investigações Criminais em conjunto com a Delegacia de Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas de Canoas.

Segundo informações divulgadas na manhã desta terça-feira (20), no local foram encontradas duas caminhonetes furtadas em Capão da Canoa, um automóvel furtado em Xangri-lá, uma motocicleta e um reboque. As caminhonetes já estavam com as placas clonadas. Ninguém foi preso. Não havia nenhuma pessoa no depósito no momento da operação policial.

Região Metropolitana

Na tarde de domingo (18), a Polícia Civil, por meio da Central de Volantes da Divisão Judiciária e de Operações, localizou um veículo que estava em ocorrência de roubo e prendeu duas pessoas em Viamão, na Região Metropolitana de Porto Alegre.

Segundo o delegado Róger Bittencourt, após ser solicitado apoio para verificação de um local onde possivelmente poderia estar um automóvel de marca Honda Fit roubado, foi abordado um indivíduo com várias passagens por homicídio, tráfico e roubo de veículos. Ele estava carregando uma mala e, após uma rápida  averiguação, o homem foi reconhecido pelas vítimas como sendo um dos assaltantes.

O bandido apontou o lugar de onde havia saído. Durante as buscas, foi encontrado um revólver calibre 38, telefones celulares, bolsas e vários pertences das vítimas e de outras vítimas anteriores. Conforme o delegado, a moradora da casa também foi presa em flagrante e ambos foram conduzidos para a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento de Viamão.

Operação Metal

Agentes da Delegacia de Repressão aos Crimes Contra o Patrimônio das Concessionárias e os Serviços Delegados efetuaram uma operação de fiscalização em oito estabelecimentos comerciais na Zona Sul de Porto Alegre.

A ação fez parte da Operação Metal, do Departamento Estadual de Investigações Criminais, que visa combater a receptação de fios, cabos de cobre e baterias estacionárias, especialmente utilizados por empresas de telefonia.

Os policiais da especializada, juntamente com técnicos das empresas concessionárias de serviços públicos, diligenciaram os estabelecimentos buscando averiguar suspeitas de receptação. Segundo o delegado Luciano Dias Peringer, os locais não possuíam nenhuma irregularidade.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *