A Polícia Rodoviária Federal apreendeu dois veículos com 80 mil reais em multas cada no Rio Grande do Sul

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) apreendeu, na quinta-feira (25), dois veículos com cerca de R$ 80 mil em multa cada. Primeiro, os agentes recolheram um Fiat Uno que possui débitos de R$ 77.766,57 em multas vencidas na BR-285, em Passo Fundo, na Região Norte do Rio Grande do Sul. O último licenciamento do carro era do ano de 2016.

A equipe da PRF realizava fiscalização nas proximidades do acesso ao bairro São José quando abordou o Uno, com placas de Passo Fundo. O condutor do veículo, de 26 anos, é sobrinho da proprietária do carro e estava sem o documento de licenciamento.

Os policiais constataram que o carro possuía R$ 77.766,57 em multas vencidas, além de R$ 2.083,77 em multas a vencer, totalizando R$ 79.850,34 em infrações de trânsito. No total, o veículo tinha 310 multas pendentes, a maioria por excesso de velocidade, porém havia multas por CNH (carteira nacional de habilitação) vencida, CNH suspensa e estacionamento proibido.

A primeira multa foi emitida em junho de 2015, e a última no dia 13 deste mês. O Uno foi removido para um depósito e somente será liberado se a proprietária pagar todos os débitos.

Depois, a PRF foi flagrou uma motocicleta com débitos de R$ 85.089,63. A Yamaha YBR também foi apreendida na BR-285, em Passo Fundo. Os agentes realizavam fiscalização no perímetro urbano quando abordaram a moto, com placas do município, conduzida por um homem de 21 anos.

Os policiais consultaram o sistema informatizado e constataram que a motocicleta possuía R$ 75.994,50 em multas vencidas, além de R$ 9.095,13 em multas a vencer, totalizando R$ 85.089,63 em infrações de trânsito. No total, o veículo possuía 151 multas pendentes por diversas infrações de trânsito, como avançar a faixa de segurança, passar o semáforo no sinal vermelho, dirigir sem CNH e excesso de velocidade. A primeira multa foi emitida em fevereiro de 2016, e a última no dia 13 deste mês.

Um pouco depois da abordagem da primeira motocicleta, foi abordada outra Yamaha semelhante, que possuía 21 multas no valor de R$ 9.804,67. Os policiais acreditam que algumas pessoas mantém ou adquirem esses veículos com o único propósito de cometer deliberadamente infrações de trânsito, uma vez que os débitos superam muito o seu valor de mercado. Esse comportamento causa riscos aos motoristas e pedestres.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *