Após quatro meses de alta, preço do leite sofre queda de 5,18%

O Jornal da Pampa está com o quadro ‘Momento Agro’. Nesta última sexta-feira (30) foi a vez de falar sobre a indústria do leite, uma das principais aqui do Rio Grande do Sul, que está enfrentando queda no valor do produto.

Após quatro meses consecutivos de alta no preço do leite, em outubro os valores sofreram uma queda de 5,18%, em relação ao preço consolidado em setembro. O presidente do Conseleite explicou quais fatores podem ter influenciado nessa diminuição.

“Em função dos varejos dos supermercados estarem bastante aquecidos com produto e também o fato da alteração dos hábitos alimentares. Em função da pandemia, as pessoas estão mais em casa, elaborando mais produtos e também algumas donas de casa reforçaram os estoques domiciliares”, explicou o presidente do Conseleite, Rodrigo Rizzo.

Além desses fatos, a diminuição no valor do auxílio emergencial e o aumento das importações de laticínios também pode ter colaborado com a redução no preço. Essa queda pode representar uma preocupação para os produtores.

“Aumento de custo de produção, como embalagens que subiram 25% a 30% e essa aquisição de alguns insumos básicos, como por exemplo, a ração que é a base de milho. Em função dessa seca, nós tivemos uma quebra importante no milho que hoje encontra-se em torno de quase R$ 70 o valor em uma saca de milho, o que impacta diretamente no custo de produção”, disse Rizzo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *