As placas com o nome da avenida Castello Branco, em Porto Alegre, já estão instaladas

A EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação) realizou na tarde desta  terça-feira (25), a troca das placas da avenida da Legalidade e da Democracia para avenida Presidente Castello Branco. Para a substituição das duas placas, uma no sentido capital-interior (na região da rodoviária) e outra no sentido interior-capital (próxima a Ponte do Guaíba), uma faixa foi bloqueada para o trabalho.

A grafia do nome do presidente foi alterada para Castello Branco, conforme consta em documentos enviados pela CMPA (Câmara Municipal de Porto Alegre). Em abril deste ano, o Tribunal de Justiça considerou ilegal a lei aprovada pela CMPA, em agosto de 2014, que alterou o nome da avenida Castello Branco para avenida da Legalidade e da Democracia.

Avenida Goethe

Porto Alegre tem desde esta terça, ajuda da iniciativa privada para cuidar dos canteiros e rotatórias de avenidas. O termo de adoção do canteiro da avenida Goethe foi assinado entre prefeitura, Secretaria de Serviços Urbanos e as empresas Melnick Even, Zaffari, Panvel e Hospital Moinhos de Vento. A iniciativa foi possível graças ao decreto que regulamenta a adoção dos chamados verdes complementares, assinado em março pelo prefeito Nelson Marchezan Júnior.

O trecho adotado está entre a 24 de Outubro e a Mostardeiro, incluindo duas extensões: uma próxima à descida da Mostardeiro e outra próxima à Dr. Timóteo, e vai gerar uma economia de R$ 1,8 mil por mês para a prefeitura. O secretário Ramiro Rosário lembrou que este tipo de ação gera um sentimento de pertencimento, que acaba sendo replicado pela cidade: “Pequenas mudanças ajudam a mudar a cara da cidade, pois incentivam as pessoas a melhorarem também seus espaços e isto vai sendo copiado por todos na volta”, comentou.

São considerados verdes complementares as rotatórias e os canteiros centrais e laterais. Há cerca de 400 espaços disponíveis para adoção na Capital. Dez deles já estão em processo. O diretor do Grupo Zaffari, Cláudio Luis Zaffari, uma das empresas que vai assumir a manutenção do trecho, acha positivo o movimento do município em promover a participação das pessoas na manutenção dos espaços públicos: “Não existe cidade moderna e inovadora que não cuide de seus espaços públicos. Esta oportunidade é ímpar e não poderíamos ficar fora”, completou.

A adoção pode ser realizada de forma individual ou coletiva. No caso da avenida Goethe, será realizado um trabalho de paisagismo e mudança da vegetação da área, além dos serviços básicos de roçada, capina, limpeza e pintura do meio-fio.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *