Bebianno é exonerado da Secretaria-Geral da Presidência da República

Bolsonaro cumprimenta Bebianno durante Cerimônia de Nomeação dos Ministros. Foto: Marcos Corrêa/PR/Divulgação

Ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, é exonerado do cargo. O anúncio foi feito pelo porta-voz da presidência, Otávio Rêgo Barros, durante uma coletiva. Bebianno é o primeiro ministro a deixar o governo. Ele coordenou a campanha do presidente Jair Bolsonaro em 2018. O general da reserva Floriano Peixoto Neto assume seu lugar no ministério.

Desde a semana passada, Bebianno tem vivido uma crise dentro do governo. Começou com relatos de candidatos “laranjas” do PSL, partido presidido por ele, e atingiu o ápice após um desgaste com o filho de Jair Bolsonaro, Carlos. A demissão dele pelo presidente é considerada certa por integrantes do Palácio do Planalto.

Bebianno nega irregularidades, afirmando que não foi o responsável por escolher as candidatas que receberam dinheiro do partido. Isso porque, segundo ele, a decisão coube aos diretórios locais. De acordo com o ministro da Justiça, Sérgio Moro, a Polícia Federal
investigará as suspeitas envolvendo o repasse do PSL.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *