Bolsonaro espera “plena normalidade” em dezembro, com toda a população adulta vacinada contra o coronavírus

Bolsonaro voltou a defender também o uso facultativo de máscara na população, assim como é a vacinação. (Foto: Isac Nóbrega/PR)

O presidente Jair Bolsonaro se mostrou otimista sobre a superação da pandemia de Covid-19 no Brasil. Diante do calendário de vacinação pelo Ministério da Saúde, que prevê toda a população adulta vacinada com duas doses até o fim de novembro, o chefe do Executivo afirmou nesta terça-feira (24) esperar que, em dezembro, o País entre na fase de “plena normalidade”.

Bolsonaro voltou a defender o uso facultativo de máscara na população, assim como é a vacinação. Segundo ele, o governo “está na iminência de sugerir que uso de máscara passe a ser opcional”.

Na segunda-feira (23), o chefe do Executivo afirmou que ia falar com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, para desobrigar o uso da proteção, considerada por especialistas como fundamental para conter a Covid-19 no Brasil.

Outra ferramenta de combate à pandemia, a vacina, também foi citada por Bolsonaro. De acordo com o presidente, em 2022 o País poderá, inclusive, exportar imunizantes. O ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, participou da conversa e disse que, no ano que vem, o Brasil já terá desenvolvido suas próprias vacinas e não mais precisará de doses importadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *