Carazinho define novas ações para combate ao Covid-19

Na cidade de Carazinho, no norte do estado, a vara de execuções criminais destinou R$ 118 mil para o hospital do município. Os recursos devem ser utilizados no combate ao novo coronavírus.


Com os valores destinados pela vara de execuções criminais, o Hospital de Caridade de Carazinho vai comprar dois respiradores, termômetros digitais com infravermelho, aspiradores, roupas de proteção, máscaras para médicos e equipamentos de proteção individual para o enfrentamento ao coronavírus. O município ainda não registrou nenhum caso da doença, sendo que alguns exames ainda aguardam o resultado.


A UPA instalou na parte externa uma tenda para atendimento das pessoas que procuram o local com sintomas de coronavírus. Os profissionais fazem a triagem nesse espaço aberto. A Unidade de Pronto Atendimento da cidade está atendendo apenas pessoas com sintomas de gripe. Outros casos devem procurar as Unidades Básicas de Saúde dos bairros. O posto operária, próximo a UPA, desde segunda-feira (23) está atendendo 12 horas por dia. Situações emergenciais vão ser encaminhadas ao hospital.


Em negociação com o Sindicato dos Comerciários, os supermercados do município reduziram os horários de atendimento e não vão mais abrir aos domingos. A empresa responsável pelo transporte coletivo urbano também reduziu a circulação dos veículos, diante da quarentena. O fluxo é das 5h30 até das 9h, das 11h às 14h e depois das 17h até às 21h.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *