Com capacidade para abrigar 800 militares e operar com sete helicópteros, o Porta Helicópteros atraca em Rio Grande nesta quarta

Com 203 metros de comprimento, capacidade para abrigar 800 militares e operar simultaneamente com sete helicópteros, o Porta Helicópteros Multipropósito Atlântico atraca em Rio Grande, no Sul do Estado, nesta quarta-feira (23). O navio, que tem suporte hospitalar e pode ser empregada em missões de caráter humanitário, entre outras, fica aberto à visitação no final de semana de 25 e 26, das 14h às 19h.

Nesta sexta-feira (18), o comandante do 5º Distrito Naval, responsável pelos Estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, o vice-almirante José Renato de Oliveira, e o capitão de mar e guerra Luciano Peres de Novais foram ao Palácio Piratini entregar um convite para que o governador Eduardo Leite conheça o navio e almoce com a corporação na quinta-feira (24).

“Há 17 anos que um navio da esquadra do porte do PHM Atlântico não atraca na cidade de Rio Grande. O último que esteve aqui foi o Porta Aviões São Paulo, em 2002”, destacou o comandante. Além do porta helicópteros, outros três navios já atracaram ou estão chegando ao município gaúcho como parte do “Aspirantex 2019”, formação militar-naval de 320 aspirantes da Escola Naval. No total, quase 2 mil militares ficarão 10 dias na cidade (de 17 a 27), movimentando a economia local.

“Agradeço pela escolha de Rio Grande, que representa a valorização de todo o Estado e muito importante neste momento em que estamos tentando sair da crise fiscal e recuperar o desenvolvimento pleno”, salientou o governador durante a visita.

O primeiro navio a chegar em Rio Grande, a Fragata Independência, esteve aberto à visitação pública na sexta e no sábado. Os próximos serão o Navio de Desembarque de Carros de Combate Almirante Saboia e a Fragata Rademaker, que estarão abertos à visitação pública na sexta (25) e sábado (26), das 14h às 19h, mesmo horário do Porta Helicópteros Multipropósito Atlântico. O acesso será pelo portão 4 do Porto Novo.

Eduardo Leite acompanha troca de comando da Capitania dos Portos da Capital

O governador Eduardo Leite acompanhou a passagem de comando da Capitania dos Portos de Porto Alegre na segunda-feira (21). O capitão dos Portos de Porto Alegre, capitão de Mar e Guerra Amaury Marcial Gomes Junior, passou o cargo ao capitão de Mar e Guerra Rafael Silva dos Santos. A cerimônia ocorreu na Capitania Fluvial de Porto Alegre, no Centro Histórico da capital.

Natural de Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro, o capitão de Mar e Guerra Rafael Santos serviu, nos últimos dois anos e meio, em Brasília, como chefe da Divisão de Operações Conjuntas no Estado-Maior Conjunto do Comando de Defesa Cibernética do Exército Brasileiro. “Sinto-me muito prestigiado ao assumir o cargo em um Estado com um legado tão rico, que cultiva uma relação tão harmoniosa com a Marinha”, declarou.

Graduado em Ciências Navais – habilitação em eletrônica pela Escola Naval, o novo comandante ingressou na Marinha do Brasil em 1989, pelo Colégio Naval. Foi condecorado com as Medalhas Militar de Prata, Mérito Marinheiro de Três Âncoras, Mérito Tamandaré e Navy and Marine Corps Achievement Medal, essa última da Marinha dos Estados Unidos.

No cargo desde janeiro de 2017, o capitão Amaury Marcial Gomes Junior se despediu da tripulação e agradeceu pela recepção calorosa que teve ao se mudar para o Rio Grande do Sul. Natural de Belo Horizonte, o capitão Amaury é aviador naval e realizou, em 2016, o curso de Política e Estratégia Marítimas na Escola de Guerra Naval. “Minhas expectativas não foram frustradas. Foi a experiência mais gratificante de minha carreira”, descreveu.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *