Comunidade LGBT realiza evento para arrecadação de agasalhos em Porto Alegre

Junho é o mês da visibilidade LGBT. Este ano, devido a pandemia, os eventos e as instituições voltadas a esse público precisaram se adaptar. Foi o caso de dois grupos que acolhem o público LGBT aqui na região Metropolitana.

Neste final de semana foi realizada a parada LGBT+. Mas este ano, de uma forma diferente. No lugar dos tradicionais shows que levam centenas de pessoas para as ruas, a edição 2020 foi um evento solidário para arrecadação de agasalhos. As doações foram feitas através de um drive-thru no Parque da Redenção. Essa iniciativa se deu porque grupos e ONGs que prestam assistência à população LGBT+ estão passando por dificuldades. Além da pandemia, a falta de investimentos também tem prejudica os trabalhos.

“Nos últimos anos todos esses financiamentos foram encerrados, não temos mais o apoio financeiro nem do governo municipal, nem do governo estadual e muito menos do governo federal. Então nós estamos em uma crise”, disse o coordenador do Nuances, Célio Golin.

Para o grupo de apoio a diversidade de São Leopoldo, a situação não é diferente. O grupo, que além de oferecer acolhimento, orienta a população LGBT+ sobre questões de saúde em geral, também está passando por dificuldades financeiras.

“Olhar para a nossa população que é extremamente vulnerável. Precisamos de um recurso para nós manter a instituição, não nos manter, mas sim a instituição”, relatou o presidente do Gad, Xuxa Malakoski.

Agora, apesar de estarem com os serviços presenciais paralisados, os grupos seguem com atividades online. “A gente continua tentando fazer parcerias e trabalhos e fazer a mobilização política que é importante, porque nós estamos vivendo um cenário extremamente adverso com todos os discursos de ódio”, esclareceu Golin.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *