Cresce número de denúncias de festas clandestinas em meio à pandemia

Não é mais novidade ver notícias de festas clandestinas, com aglomerações de pessoas em meio à pandemia. A Secretaria de Segurança Pública Estadual fez um balanço de ocorrências de perturbação de sossego nos últimos quatro meses, desde o início da pandemia. Segundo o departamento, são 882 registros a mais em comparação ao ano passado. A região Metropolitana, Vale dos Sinos e Serra registram o maior numero de denúncias.

As aglomerações acontecem em lojas de conveniência, porta de bares e lanchonetes, sítios e principalmente em residências. A delegada responsável pelo Departamento de Polícia Metropolitana informa que a cada mês as denúncias aumentam.

“Não dá para dizer que é completamente vinculado com a pandemia, mas pelo grande número de aumento e pelas denúncias que a gente tem recebido também, provavelmente esse aumento esteja vinculado com a pandemia. O que chama a atenção das denúncias são mais em Porto Alegre, algumas em Canoas, Eldorado e Novo Hamburgo”, comentou a delegada Adriana Regina da Costa.

Março de 2019 teve os maiores registros de perturbação de sossego, onde se enquadram as festas clandestinas, com 493 ocorrências. Já neste ano, nos quatro meses da Covid-19, o mês de março registrou o menor número de denúncias do período com 548 queixas. Mesmo assim, foram 55 ocorrências a mais, o que preocupa a Polícia Civil Estadual.

“A gente tem procurado orientar a população para que haja cumprimento dessas normativas e também quando necessário temos atuado de forma firme, no caso de uma festa clandestina, no descumprimento de uma legislação, a Polícia Civil tem atuado e feito o procedimento policial”, esclareceu a delegada.

O Código Penal estabelece crime de infração de medida sanitária preventiva para quem infringir determinações do Poder Público, como a perturbação de sossego. A pena é de detenção de um mês a um ano, seguido de multa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *