Defesa de Lula pede ao Supremo que suspenda julgamento de recurso no caso do sítio de Atibaia

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu na quarta-feira (20) ao STF (Supremo Tribunal Federal) que suspenda o julgamento do recurso contra a condenação do petista no caso do sítio de Atibaia (SP). O pedido será analisado pelo ministro Luiz Edson Fachin.

Lula foi condenado em primeira instância a 12 anos e 11 meses por corrupção passiva, corrupção ativa e lavagem de dinheiro. Os advogados do ex-presidente recorreram ao TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) para pedir a absolvição. O julgamento está marcado para o dia 27 deste mês.

A defesa afirma que é preciso suspender o julgamento porque ainda está pendente a análise de recursos sobre o processo nos quais os advogados questionam, entre outros pontos, o descumprimento do julgamento no TRF-4 por ordem cronológica.

Antes de recorrer ao STF, a defesa já tinha tentado a suspensão do julgamento no STJ (Superior Tribunal de Justiça). Na terça-feira (19), o ministro Leopoldo Raposo considerou que não havia razões para atender o pedido e manteve o julgamento marcado para o dia 27.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *