Duratex fecha indústria no Rio Grande do Sul e demite 500 funcionários

A empresa Duratex está fechando sua fábrica em São Leopoldo, no Vale do Sinos. A unidade, que está na cidade há 41 anos, produz louças da marca Deca. Às 6h, ao chegarem para trabalhar nesta segunda-feira (1º), os funcionários foram surpreendidos ao serem proibidos de entrar na fábrica. Logo depois, eles foram encaminhados para outro local para assinarem a documentação de rescisão do contrato de trabalho.

Cerca de 500 funcionários estão sendo desligados. Eles informaram que receberam como justificativa as baixas vendas e uma medida de redução de custo da Duratex. O Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Vidros não foi avisada do fechamento nem das demissões, assim como a prefeitura de São Leopoldo.

Segundo o eletricista Israel Zaehler, que estava há 11 anos na empresa, desde quarta-feira já circulavam alguns boatos sobre as demissões, mas os rumores ficaram cada vez mais fortes. “A gente começou a perceber que realmente tinha a possibilidade de fechar”, afirma Israel, que torce para conseguir um novo emprego.

Ainda na manhã desta segunda-feira, a Duratex enviou uma nota oficial para O Sul.

“A Duratex esclarece que o fechamento da unidade industrial de louças na cidade de São Leopoldo é importante para a consolidação industrial e para manter a competitividade no segmento. A escolha desta unidade se deu pela sua reduzida capacidade instalada. O volume de produção será redistribuído entre as outras quatro unidades de louças da Deca – João Pessoa (PB), Cabo de Santo Agostinho (PE), Queimados (RJ) e Jundiaí (SP) –, mantendo o pleno atendimento para todos os nossos clientes.”



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *