Edital premia Ações Culturais em comunidades no Rio Grande do Sul

Ao todo serão R$ 14 milhões destinados ao fomento da cultura em locais onde, muitas vezes, ela não chega. Este é o valor do edital Ações Culturais das Comunidades, que vai contemplar regiões com os maiores índices de criminalidade e vulnerabilidade socioeconômica no Rio Grande do Sul. O projeto é uma realização da Cufa Frederico Westphalen e da Cufa Rio Grande do Sul em parceria com a Secretaria de Estado da Cultura.

“A gente tem um edital específico para as áreas de periferia, áreas onde muitas vezes os editais e recursos não chegam. Nós temos o intuito de potencializar os agentes culturais, as pessoas físicas, os artistas e também grupos culturais que já desenvolvam as ações nas comunidades”, explicou o coordenador da Cufa Frederico Westphalen, Roberto Torres Junior.

O projeto será viabilizado com recursos repassados pelo Governo do Estado, através da Lei Aldir Blanc, para artistas, grupos e trabalhadores da cultura de 23 municípios e 63 comunidades integrantes do Programa RS Seguro. O lançamento foi feito na última sexta-feira (15) e deve ficar disponível nos próximos 30 dias.

“Essas regiões, elas quase sempre ficam de fora do foco dos investimentos públicos. Então, isso é muito importante nesse momento, onde as pessoas estão passando, inclusive fome nessas regiões. Que a gente faça que esse recurso da Lei Aldir Blanc que é público, chegue para todos os artistas. Nós queremos garantir que esse recurso chegue até essas regiões”, destacou o coordenador da Cufa Frederico Westphalen.

As inscrições podem ser feitas pelo site, e-mail, WhatsApp, e, ainda, de forma presencial, com os agentes locais, que atuarão diretamente nas comunidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *