Em ação no combate ao tráfico de drogas, três pessoas foram presas durante a Operação Fundo Falso em Santo Ângelo

No final da tarde de terça-feira (08), a Polícia Civil deflagrou a terceira fase da Operação Fundo Falso, com o objetivo de combater uma organização criminosa ligada ao tráfico de drogas em Santo Ângelo e região.

Na ação, realizada pelo Sipac (Serviço de Inteligência Policial e Análise Criminal), da 13ª Delegacia de Polícia Regional do Interior,  pela 1ª Delegacia de Polícia de Santo Ângelo,  pela Delegacia de Polícia de Entre-Ijuís e pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente de Santo Ângelo, três pessoas foram presas preventivamente pelo crime de tráfico de drogas.

A operação foi resultado de meses de investigações e reuniu diversos elementos que apontaram os presos como participantes da organização. Durante as três fases da Operação, 20 pessoas foram presas decorrente das ações policiais, todas ligadas ao tráfico de drogas e associação criminosa.

De acordo com os delegados Afonso Stangherlin e Heleno dos Santos, os presos, que possuem antecedentes por tráfico de entorpecentes, agiam de forma violenta e intimidadora contra usuários e demais pessoas que não se curvavam à atuação da organização, em bairros e periferias da cidade.

“Ressalta-se que já são mais de 160 pessoas presas em razão do trabalho direto de uma equipe montada especialmente para o combate às organizações criminosas”, concluíram os delegados.

Homem foragido 

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) e a Brigada Militar prenderam um homem que estava foragido do sistema penitenciário na madrugada de terça-feira, na BR 386 em Sarandi.

A equipe da PRF recebeu uma denúncia contra um passageiro de um ônibus que fazia a linha Santa Rosa a Porto Alegre. Com apoio da Brigada Militar, o veículo foi abordado num posto de combustível localizado no km 135 da BR 386.

Ao consultarem a situação criminal dos passageiros, os policiais constataram que um deles era foragido do presídio de Cruz Alta desde o dia 6 de janeiro de 2019, quando fugiu durante o horário de visita. Ele não portava documentos e tentou passar-se por outra pessoa, informando um nome falso.

O foragido, de 27 anos, possui diversas passagens pela polícia por crimes de tráfico de drogas, receptação, porte ilegal de arma, além de 3 ocorrências de homicídio.  Ele foi encaminhado para registro de ocorrência na Polícia Civil e recolhido novamente ao presídio.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *