Empresa paga auxílio a motoristas que testaram positivo para covid-19

Quem também está sofrendo com a pandemia são os trabalhadores autônomos. Os motoristas de aplicativos, por exemplo, correm riscos de contaminação ao continuar exercendo a profissão. Em função disso uma empresa está pagando um auxílio aos motoristas que testarem positivo para o coronavírus.


Daniel Panizzi atua como motorista de aplicativo em Porto Alegre há um ano. No último mês ele começou a sentir sintomas que poderiam ser de coronavírus e procurou atendimento.


“Eu comecei com uma leve dor de garganta e naquele mesmo momento eu decidi suspender a minha atividade e ir para casa. Na sexta-feira pela manhã quando eu acordei, aí sim eu senti dificuldade para respirar, a dor de garganta já tinha passado, mas continuavam os outros sintomas de tosse e febre que vinha e voltava. Eu resolvi procurar ajuda médica porque eu estava ofegante”, explicou Panizzi.


O motorista não precisou ser hospitalizado, mas ficou em isolamento juntamente com sua família durante 14 dias. A empresa, ao receber o atestado confirmando o contágio, confirmou que depositaria um valor relativo aos dias que Daniel estivesse parado.


“A mensagem dizia que em até cinco dias, após o envio do documento eu seria atendido com ajuda do auxílio, mas isto não aconteceu desta maneira, se prolongou um pouquinho mais, mas a mensagem da Uber foi positiva em relação a ajuda”, relatou o motorista do aplicativo.


Agora, Daniel já está clinicamente curado e faz planos de voltar a trabalhar como motorista. “Já estou livre para voltar a trabalhar, estou com o aplicativo funcionando, já terminou o prazo do atestado. A empresa me passou todos os passos que eu tenho que tomar, mas eu vou esperar mais um tempo”, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *