Estudantes fazem ato contra nomeação de Bulhões como reitor da UFRGS

As repercussões após a nomeação de Carlos Bulhões à reitoria da UFRGS continuam. No início da tarde de quinta-feira (17) houve uma manifestação no Campus Centro da Universidade. Mais tarde, o novo reitor fez seu primeiro pronunciamento oficial através de coletiva on-line com a imprensa.

O ato no Campus Central da UFRGS foi convocado pelo Diretório Central Estudantil e apoiado por associações de servidores e de professores. “A gente está construindo este ato porque a gente entende que uma reitoria precisa ser decidida pela comunidade acadêmica e o MEC tem o dever, assim como o governo Bolsonaro de respeitar as decisões das universidades públicas e dos institutos federais”, relatou a coordenadora do DCE UFRGS e diretora da UNE, Sarah Domingues.

A coordenadora da associação pós-graduandos, Mariá Battesini Teixeira, também se pronunciou. “A nomeação do Bulhões ela é um ataque direto a ciência e a pós-graduação porque ela reforça a política do governo Bolsonaro de precarização e desmonte da universidade pública”.

Além de se colocarem contra a nomeação de Bulhões e fazerem duras críticas ao governo federal, os estudantes presentes na manifestação buscam uma paridade no processo eleitoral da UFRGS. “Se a gente vota pensando no que é melhor para a nossa educação, mas infelizmente a gente sabe que o peso disso é muito pouco”, revelou a estudante de arquitetura, Raiê Roca Antunes.

Ainda na tarde de quinta (17), o recém-nomeado reitor concedeu uma coletiva na qual esclareceu pontos referentes ao processo de transição da reitoria. Questionado, Bulhões comentou sobre a rejeição por parte de estudantes e professores.

“Primeiro, é lícito. Não tem nenhum problema a manifestação, sempre é bem-vinda porque pode ser que a gente tenha algum tipo de equívoco, e como eu disse, eu não me arvoro de ser dono de verdade nenhuma, a verdade sempre é relativa. Nos ambientes, seja a associação dos servidores, a associação dos professores ou o DCE, vamos ter que dialogar e eu estou completamente aberto”, disse o reitor nomeado, Carlos Bulhões que deve assumir a reitoria a partir da próxima segunda-feira, dia 21 de setembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *