Ex-secretários de município gaúcho foram presos por desvio de dinheiro

A Promotoria de Justiça de Santa Vitória do Palmar e o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado cumpriram, na manhã desta quinta-feira (27), quatro mandados de prisão temporária no município de Chuí, na Região Sul do RS. Foram alvos da operação o ex-secretário de Esportes da cidade Diego de Oliveira Mena, o ex-secretário de Administração e Fazenda André Luiz Fabra Correa, o ex-coordenador de Tesouraria da prefeitura Osvaldo Alex Gutierres Saraiva e um comparsa deles, Paulo Rafael Gomes.

As investigações do MP (Ministério Público) apontam que os suspeitos cometeram improbidade administrativa, ordenação de despesa não autorizada, dispensa indevida de licitação, associação criminosa, peculato, corrupção passiva, coação no curso do processo e fraudes a licitação. Além disso, quatro mandados de busca e apreensão foram cumpridos nas residências dos suspeitos.

Conforme o MP, o grupo fraudava documentos para justificar a aquisição de troféus e medalhas que serviriam ao patrocínio de eventos promovidos pela Secretaria Municipal de Esportes, emitiam notas fiscais fraudulentas e inexistentes, emitiam empenhos e cheques para pagar essas despesas e, posteriormente, adulteravam os destinatários dos cheques, fazendo constar os próprios nomes e de terceiros como beneficiários, apropriando-se dos valores.

A adulteração dos cheques ocorria por meio do preenchimento do beneficiário a lápis, no caso a empresa que “fornecia” o material ou serviço, e que depois de fotocopiado pela prefeitura, era alterado e preenchido à caneta para o nome de um dos réus ou de outra pessoa que também fazia parte do esquema, sendo apresentado ao banco para saque. O prejuízo estimado é superior a R$ 70 mil, de acordo com as investigações do MP.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *