Ex-sócios da Boate Kiss tem que ressarcir INSS em mais de R$ 93 mil

Os quatros ex-sócios da Boate Kiss vão precisar ressarcir os cofres públicos em mais de R$ 93 mil pelas despesas do Instituto Nacional do Seguro Social, o INSS, com o pagamento de benefícios previdenciários de dois ex-funcionários da casa noturna. A justiça reconheceu negligência com as normas de segurança no incêndio, ocorrido mais de 7 anos atrás.

Em 2018 a justiça condenou, em Segunda Instância, os antigos donos do local a ressarcirem o Instituto em R$ 1,5 milhão. Na decisão mais recente, a Terceira Vara Federal de Santa Maria acolheu a ação movida pela Advocacia-geral da União contra os antigos donos do estabelecimento. O caso envolve o pagamento de um auxílio doença e uma pensão por morte. O incêndio na boate, ocorrido na madrugada do dia 27 de janeiro de 2013, deixou 242 mortos e 680 feridos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *