Expectativa é que o volume da maçã fuji ofertado seja maior que em 2020

A colheita da maçã fuji começou na primeira semana de março nas principais regiões produtoras. E 2021 teve uma queda nos preços da fruta comparada ao ano passado.

O preço da caixa de 18 quilos da maçã fugi na semana do dia 22 ao dia 26 de março estava em R$ 61. Em 2020 neste mesmo período, o valor da caixa batia os R$ 93. A resposta para pouca demanda, são preços baixos.

“A demanda tem ficado mais complicada. Além da questão econômica que o Brasil vem vivenciando, a gente tem observado a restrição de funcionamento de alguns setores importantes que são os compradores, como escolas, cozinhas industriais, algumas outras atividades também, o que acabam limitando essa demanda pela maçã”, destacou a analista de mercado da área de frutas do Cepea, Marcela Barbieri.

No ano passado, a produção da maçã foi mais baixa. Por isso, a baixa demanda não impactou tanto os preços. Neste ano, o volume na colheita promete ser maior. “Isso por conta da bienalidade da fuji, então tem anos que ela produz menos, tem anos que ela produz mais. Também por conta do bom período de frio, isso estimulou o bom desenvolvimento dos pomares. No geral, a expectativa é de uma boa produção, com uma boa qualidade e também com uma retomada do calibre para médio e graúdo”, revelou Marcela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *