Fies tem 61% de vagas ociosas em 2019

Segundo dados do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), das 100 mil vagas do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) ofertadas neste ano pelo Ministério da Educação (MEC), apenas 38,7% foram preenchidas. É a pior taxa de ocupação desde 2016, quando o programa passou a ter quantidade definida de vagas disponibilizadas. Ainda segundo o FNDE, dia 10 de maio foi o último prazo para complementação das inscrições dos selecionados, resultando em 38.793 contratos. O governo prepara um novo edital para ofertar o restante das 100 mil vagas no segundo semestre. Em nota, o MEC informou que “já começou tratativas com os bancos oficiais para simplificar os processos do financiamento”.

A oferta de 100 mil vagas por ano na modalidade sem juros foi adotada desde 2018, quando houve reformulação do Fies pelo governo Michel Temer. Foram preenchidos, no primeiro semestre do ano passado, 44,2% do total disponível. Já no primeiro semestre de 2017, a taxa de ocupação foi de 52,3% das 225,5 mil oportunidades disponibilizadas ao longo do ano. Em 2016, também nos seis meses iniciais, a proporção foi de 45,5% de preenchimento do total de 325,2 mil vagas abertas. Nesses dois anos, o número de contratos ofertados era divulgado por semestre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *