Foragido há um 1 e 5 meses, líder de facção gaúcha responsável pelo assassinato de policiais na capital é preso

Apontado como o líder de uma facção criminosa do Rio Grande do Sul, Vladimir Cardoso Soares é transferido de Santa Catarina para o sistema prisional gaúcho nesta quinta-feira (8). O homem, de 49 anos, estava foragido há um ano e cinco meses, e foi detido em Laguna (SC) no último domingo (4). O homem estava encarcerado em Criciúma desde o início da semana.

Também conhecido como “Xu”, ele responde pelos crimes de associação ao tráfico e por quatro homicídios, sendo dois destes o dos policiais assassinados em junho deste ano, na Vila Maria da Conceição. Segundo o delegado do caso, os responsáveis pelos disparos que tiraram a vida de Marcelo de Fraga Feijó, de 30 anos, e Rodrigo da Silva Seixa, de 32, pertenceriam a organização criminosa comandada por ele.

O helicóptero da Polícia Civil, utilizado para deslocar o preso, aterrizou no Aeroporto Internacional de Salgado Filho por voltas das 11h da manhã de hoje. Ele foi encaminhado para a sede do Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc) e, durante a tarde, irá prestar depoimento no Departamento de Homicídios e Proteção
à Pessoa (DHPP).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *