Governador diz que decreto federal sobre academias e salões de beleza não altera o que já foi definido no RS

Em videoconferência na tarde desta terça-feira (12), o governador Eduardo Leite afirmou que o decreto federal que incluiu como atividades essenciais academias, salões de beleza e barbearias não altera as regras de isolamento social adotadas no Rio Grande do Sul para combate ao coronavírus.

Segundo ele, a abertura desses estabelecimentos no Estado depende da classificação dos municípios no sistema de bandeiras do distanciamento controlado, que entrou em vigor na segunda-feira (11) em todo o RS.

As regras estabelecidas pelo governo gaúcho preveem o funcionamento dessas atividades, com algumas restrições, nas regiões identificadas com as bandeiras amarela e laranja. “A essencialidade de um serviço não significa que ele pode abrir em qualquer condição”, destacou Leite na live desta terça.

O anúncio de que academias, salões de beleza e barbearias seriam listados como essenciais foi feito por Bolsonaro no final da tarde de segunda na entrada do Palácio da Alvorada. “Coloquei hoje porque saúde é vida: academias, salão de beleza e cabeleireiro também. Higiene é vida”, disse o presidente na ocasião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *