Governo do Rio Grande do Sul recomendará horário estendido nos postos de saúde contra o coronavírus

O governo do Estado do Rio Grande do Sul vai buscar que os postos de saúde atendam em horário estendido. Conforme nota oficial, a atenção das unidades aos casos menos graves de Covid-19 se torna essencial no cenário de sobrecarga hospitalar, com UTIs esgotadas ou próximas da lotação em todos os municípios.

As unidades básicas de saúde, por estarem presentes em todos os municípios gaúchos, exercem papel fundamental no cuidado aos pacientes com Covid-19. “Precisamos aumentar essa presença e potência agora, em função do momento crítico que vivemos”, afirma a diretora do Departamento de Atenção Primária e Políticas de Saúde da SES, Ana Costa.

“Precisamos aumentar essa presença e potência agora, em função do momento crítico que vivemos”, afirmou  Ana Costa. Outra providência acertada no encontro foi o levantamento, a cargo do Cosems, que irá indicar municípios que necessitem de tendas do Exército para reforçar a triagem de pacientes em unidades de maior porte. A Defesa Civil do RS foi acionada.

Dados indicavam, às 23h deste domingo (28), uma taxa de ocupação de 96,4% dos leitos de UTI Covid no Estado, com 1.595 pacientes com coronavírus internados. Os leitos privados apresentavam 118% de ocupação, o que representa que há mais pacientes sendo atendidos nesses hospitais do que a capacidade instalada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *