Gravataí: funcionário de restaurante é investigado por abuso sexual de criança

O funcionário de um restaurante de Gravataí foi preso em flagrante por suspeita de abuso sexual contra uma criança no estabelecimento. A Polícia Civil instaurou um inquérito para apurar estupro de vulnerável. O Conselho Tutelar também foi acionado.

A família jantava no local quando um menino de nove anos e um amigo de onze foram até o banheiro do restaurante. Ao saírem, eles relataram o que tinha acontecido aos pais e o gerente foi chamado.

“As crianças foram sozinhas ao banheiro, e já no hall de entrada do banheiro eles encontraram esse indivíduo que trabalhava na pizzaria, tiveram uma breve conversa por cerca de 30 segundos, mas a gente não tem os áudios do que foi dito, e logo depois, eles ingressam no toalete os três juntos. Depois de um determinado tempo, um dos meninos sai e fica esperando nesse hall de entrada e depois saem os outros”, explicou a delegada Fernanda Generalli.

Após o ocorrido, o suspeito saiu do estabelecimento. Ao receber uma ligação do gerente pedindo que retornasse, acabou sendo preso no caminho de volta pela Brigada Militar. O homem que não tem antecedentes criminais já está solto.

“Em um primeiro momento ele ficou na delegacia de pronto-atendimento, o flagrante foi encaminhado a autoridade judiciária que homologou esse flagrante dizendo que não havia nenhuma ilegalidade e abriu prazo para o Ministério Público se manifestar. Eu conferi agora pela manhã que foi concedida a liberdade provisória para o indivíduo pelo Poder Judiciário, então ele vai responder pelo processo, em princípio, em liberdade”, contou a delegada.

Agora, a Polícia Civil deve ouvir testemunhas que estavam no lugar e as crianças devem passar por uma perícia. O restaurante emitiu uma nota informando que está cooperando com as investigações e que o funcionário foi demitido por justa causa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *