Guerrero marca duas vezes e Inter estreia com vitória na Copa do Brasil

Esta quinta-feira (23), apesar de chuvosa no Estádio Beira-Rio, foi de alegrias ao torcedor colorado. Diante de 15 mil presentes, o Internacional venceu o Paysandu por 3×1 e abriu grande vantagem nas oitavas de final da Copa do Brasil. Na estreia das equipes na competição de mata-mata, Paolo Guerrero, duas vezes, e Rodrigo Lindoso marcaram os gols do Inter, e Micael para os visitantes.

Odair Hellmann manteve a base do time titular, com exceção ao desfalque dos lesionado Rodrigo Moledo e Rodrigo Dourado. Marcelo Lomba; Zeca, Emerson Santos, Víctor Cuesta e Iago; Rodrigo Lindoso, Edenílson, Nonato e D’Alessandro; Nico López e Guerrero formaram a escalação inicial.

Dever de casa e classificação encaminhada

O Internacional manteve a boa fase no Beira-Rio e emplacou a quarta vitória consecutiva jogando em casa. Como tem sido o panorama dos jogos em Porto Alegre, a equipe de Odair manteve o controle da partida durante os 90 minutos, e teve o luxo de desperdiçar várias chances de gol.

Em lance perigoso na primeira etapa, D’Alessandro cobrou falta com categoria e acertou a trave. Na volta, a bola ainda tocou nas costas do goleiro Mota e saiu pela linha de fundo. A sequência foi com o gol que abriu o placar: Guerrero começou a jogada no meio-campo e se apresentou na área. O centroavante recebeu a terceira assistência de Nico López, tirou o defensor e não perdoou.

A movimentação na partida era intensa. Após o gol do peruano, Iago recebeu cruzamento em diagonal e cabeceou para o fundo das redes, mas a arbitragem assinalou posição irregular do lateral e anulou o lance. Em seguida, foi a vez do Paysandu ter o gol invalidado, depois da cobrança de falta da direita e o desvio de Diego Rosa para as redes, mas também em impedimento.

No segundo tempo, não demorou para os visitantes empatarem o placar. Bruno Collaço cruzou da esquerda na direção de Micael, que ganhou de Cuesta no alto e mandou de cabeça par o fundo das redes. O empate no marcador obrigou Odair a promover a primeira alteração – Guilherme Parede na vaga de Zeca, com Edenílson sendo recuado à lateral-direita. E a substituição deu rápida resposta. D’Alessandro cobrou escanteio, Emerson Santos desviou e Rodrigo Lindoso, livre, recolocou o Inter na frente.

O jogo se encaminhava para os instantes finais, enquanto a equipe colorada empilhava chances de gols. Em mais uma alteração do comandante vermelho, o Inter fechou o placar. Rafael Sobis entrou no lugar de D’Alessandro e cobrou escanteio na cabeça de Guerrero, que subiu mais alto e marcou de cabeça. O sétimo gol do atacante em 10 jogos disputados com a camisa colorada.

Para a partida da volta, como não há o gol qualificado na Copa do Brasil, o Internacional pode perder por até 1 gol de diferença, que, mesmo assim, garantirá vaga às quartas de final da competição. Na próxima quarta-feira, Inter e Paysandu voltam a se enfrentar no Estádio Magueirão, em Belém.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *