Homem que matou 3 pessoas da mesma família após briga de trânsito vai a júri popular

Um homem que matou três pessoas da mesma família após uma discussão no bairro Lami, em Porto Alegre, vai a júri popular. O caso aconteceu em janeiro do ano passado.

Dionathá Bitencourt Vidaletti responderá por três homicídios triplamente qualificados com agravantes por motivo fútil, por risco público e por não dar chances de defesa às vítimas. Ele segue preso em regime fechado até a realização do julgamento.

O assassinato de Rafael Silva, de 46 anos, da esposa Fabiana, de 44, e do filho do casal, Gabriel, de 20 anos, aconteceu após uma briga de trânsito na Zona Sul da capital. Segundo a investigação, o criminoso estava acompanhado da mãe Neuza e saiu em perseguição ao veículo da família Silva depois de uma colisão.

Na sequência, houve uma discussão, Neuza pegou a arma de dentro do carro e entregou ao filho, que disparou contra Rafael, Fabiana e Gabriel. O casal morreu no local e o filho chegou a ser levado para um hospital, mas não resistiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *