FCDL-RS avalia como positiva a redução da Selic realizada pelo Copom

A decisão do Conselho de Política Monetária (Copom), do Banco Central, de reduzir de 7% para 6,75% a Selic é correta, mas poderia ter sido um pouco mais ousada, com uma redução de 0,5 ponto percentual. Essa é a avaliação da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul sobre a redução da taxa de juros efetuada na quarta-feira (07.02).

O presidente da FCDL-RS, Vitor Augusto Koch, destaca que mesmo mantendo a direção correta de reduzir juros, o Copom teria condições de fazer um corte mais elevado na Selic.

“A inflação está baixa e o Brasil já mostra sinais de que pode se inserir, rapidamente, entre os países com juros civilizados e compatíveis com a perspectiva de maior crescimento econômico. É dessa forma que será alavancado o tão aguardado crescimento econômico brasileiro. Esperamos que na reunião de março esse processo de desaceleração seja mantido”, afirma o presidente da FCDL-RS.

Vitor Augusto Koch salienta que a queda dos juros básicos deve começar a repercutir o quanto antes no menor custo financeiro aos consumidores e investidores no processo produtivo. e

A 11ª redução consecutiva da taxa de juros deixa a Selic no menor patamar desde 1999, quando o BC passou a divulgar metas para o índice como ferramenta de política monetária.