Justiça liberta mãe de criança morta após agressões em Porto Alegre e decreta a prisão do padrasto

A Justiça determinou a soltura da mãe do menino de 3 anos que morreu, no fim da tarde de terça-feira (19), após ser agredido no bairro Vila Jardim, na Zona Norte de Porto Alegre. O juiz Cristiano Vilhalba Flores também determinou a prisão preventiva do padrasto da criança.

A mulher, de 18 anos, e o homem, de 23, foram presos em flagrante pela BM (Brigada Militar) após o crime. Depois das agressões, a mãe pediu socorro em um estabelecimento comercial. A BM e o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foram acionados, mas a criança não resistiu.

De acordo com a Polícia Civil, que investiga o caso, o menino levou chutes e foi agredido com um facão. Em depoimento, a mulher disse à polícia que a criança foi agredida durante várias horas pelo padrasto, que tem antecedentes criminais. Ela também afirmou que é vítima de violência doméstica e não consegue conter o companheiro quando ele bate no seu filho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *