Justiça suspende processo de impeachment contra Nelson Marchezan Júnior

Três dias após a comissão de vereadores votar pela continuidade do processo de impeachment do prefeito de Porto Alegre, na manhã de terça-feira (01), a justiça suspendeu a tramitação.

A decisão foi tomada pelo juiz Cristiano Vilhalba Flores, da 3ª Vara da Fazenda Pública da capital. Entre as alegações consideradas, está a aceleração do processo, que teria sido priorizado a outros projetos, e também o cerceamento de defesa, pois o advogado do prefeito não foi permitido de se pronunciar durante a última sessão da Câmara.

Em nota, Marchezan disse que a decisão deve restabelecer seu direito de defesa no processo que, segundo ele, tem interesses pessoais. O presidente da Comissão, vereador Hamilton Sossmeier, também emitiu uma nota alegando que tudo foi feito dentro do procedimento previsto na legislação e que medidas para viabilizar o prosseguimento já estão sendo tomadas.

O processo de impeachment seguirá suspenso até a realização de um novo julgamento, que ainda não tem data marcada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *