Ministro da Saúde anuncia dose de reforço de vacinas contra o coronavírus para idosos a partir de 60 anos

A dose adicional já está sendo aplicada em idosos com 70 anos ou mais, imunossuprimidos e profissionais de saúde. (Foto: Cesar Lopes/PMPA)

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou nesta terça-feira (28), por meio de um vídeo, a ampliação da aplicação da terceira dose de vacinas contra a Covid-19 para idosos a partir dos 60 anos em todo o País.

Desde o dia 15 de setembro, a dose adicional está sendo aplicada em pessoas com 70 anos ou mais e imunossuprimidos. Na sexta-feira (24), o ministério já havia autorizado os Estados a aplicarem o reforço também nos profissionais de saúde.

Segundo a pasta, cerca de 7 milhões de pessoas serão vacinadas a partir da nova etapa da campanha de reforço. “Graças à estratégia diversificada que o governo federal, por intermédio do Ministério da Saúde, adotou para a aquisição de vacinas, é possível hoje, no final do mês de setembro, já ofertar para os idosos brasileiros uma dose de reforço da vacina”, disse Queiroga. Infectado pelo coronavírus, ele está isolado em um hotel nos Estados Unidos.

A prioridade para o reforço é o imunizante da Pfizer, mas também podem ser utilizadas as vacinas da AstraZeneca e da Janssen.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *