Mulher simulou morte para não ser assassinada pelo marido

 em Taquara

A Polícia Civil investiga uma possível tentativa de feminicídio que ocorreu em Taquara na noite da última quinta-feira (22). Até o momento, a polícia apura que um homem de 61 anos teria simulado um assalto à mão armada no carro em que estava a ex-esposa, de 60 anos, para tentar matá-la.

O caso ocorreu no trecho da RS-020. O casal teria chegado em um hospital da região alegando que os dois haviam sofrido uma tentativa de assalto. Entretanto, a mulher afirmou aos enfermeiros que o ex-marido teria feito o disparo e que ela simulou estar morta para evitar o assassinato.

O homem foi preso em flagrante pela polícia. Em depoimento, porém, seguiu contando a história do assalto e afirmou que não tentou matar a ex-mulher. A vítima ferida, entretanto, disse que o homem desceu do automóvel, colocou luvas cirúrgicas e disparou pelo menos seis tiros contra o carro.

A equipe do O Sul entrou em contato com a delegada do caso, Rosane de Oliveira. De acordo com ela, o caso ainda está sendo investigado e não se descarta a tentativa de feminicídio. Ainda conforme a delegada, até o momento a vítima está estável dentro do quadro grave que apresenta devido os ferimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *