Neymar é acusado de estuprar brasileira em hotel de Paris; jogador publicou vídeo negando acusação

Um Boletim de Ocorrência foi registrado, em São Paulo, na sexta-feira (31), acusando o jogador Neymar da Silva Santos Júnior de estupro. O crime, segundo a denúncia, teria ocorrido num hotel em Paris, no dia 15 de maio. A vítima teria dito que não denunciou antes, porque estava emocionalmente abalada e com medo. A identidade dela é preservada no documento policial e a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo afirma que o processo é “sigiloso”.

De acordo com a mulher, ela e Neymar conversavam pelo Instagram, quando o jogador a convidou para encontrá-lo. Neymar teria pagado as passagens e a hospedagem em Paris por meio de um assessor. A vítima disse que chegou a Paris no dia 15 desse mês e se hospedou no hotel Sofitel Paris, onde esperou por Neymar até as 20h, quando o jogador chegou no hotel “aparentemente embriagado”. Segundo relato, eles teriam conversado e trocado carícias até o momento em que o craque se tornou agressivo e cometeu o estupro.

O pai do atleta afirmou à imprensa que houve sexo entre os os dois e que a mulher teria tentado extorquir Neymar, quando ele quis romper a relação. Neymar pai afirmou que existem conversas de WhatsApp que comprovam sua versão dos fatos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *