Nova gasolina chega aos postos de combustíveis do Brasil

Desde de ontem (03), a gasolina vendida no Brasil deve seguir novas especificações. Segundo a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, o produto irá permitir uma melhor qualidade e redução no consumo do combustível por quilômetro rodado. Porém, a mudança pode impactar no preço do combustível.

Com o objetivo de permitir a produção ou importação da gasolina de maior qualidade, as novas especificações foram definidas pela Agência em janeiro deste ano. As regras estipulam uma massa específica e um valor mínimo de octanagem e desempenho do produto. A nova gasolina que chegou nesta última segunda-feira (03) nos postos de combustíveis, é vista com bons olhos pelo presidente da Sulpetro no Rio Grande do Sul.

“O consumidor poderá estar mais seguro de que aquele produto não está adicionado com solventes. Por mais que seja um produto químico, ele vai ter que atender essas determinações. Um produto melhor e um sistema que possa dar garantia e tranquilidade ao consumidor, ou seja, para isso os órgãos fiscalizadores têm que ter uma legislação que ampare as atitudes que eles façam”, explicou o presidente da Sulpetro, João Carlos Dal’ Aqua.

Muitos países da Europa já usam o produto que promete uma qualidade superior. Na primeira fase das mudanças que entraram em vigor ontem (03), o valor mínimo de octanagem será 92. Em janeiro de 2022, o número sobe para 93, mais próximo dos 95 vigentes na Europa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *