Novo decreto flexibiliza medidas de combate à Covid-19 na capital

O prefeito de Porto Alegre Sebastião Melo divulgou um novo decreto na tarde de segunda-feira (04) para flexibilizar medidas de combate à Covid-19 na capital gaúcha. Segundo a prefeitura, o objetivo seria equiparar normas municipais com as medidas do governo do estado.

No novo decreto, foi retirado o limite de ocupação de clientes em comércio essencial de rua, como farmácias e supermercados, incluindo o Mercado Público, além de salões de beleza e lavanderias. Até então, os espaços estavam limitados a operarem com até 50% da capacidade. Os shoppings também não possuem ocupação máxima prevista e nem restrições de horário de funcionamento.

Restaurantes, bares e lanchonetes passam a poder abrir a qualquer hora, mas devem encerrar as atividades às 23h, com ingresso de clientes até as 22h. Missas e cultos não têm mais limite de duração. Antes, o tempo máximo era 90 minutos. Eventos são proibidos em locais fechados, mas, a depender do caso, podem ser analisados pela prefeitura, que decidirá sobre a realização.

“Nós estamos aqui sinalizando a segurança para o cidadão. Eu penso que Porto Alegre tem que ter uma bandeira própria, vamos trabalhar para isso, aliás eu acho que essa bandeira pode ser da região Metropolitana, acho que é mais ampliado ainda. Mas é uma discussão com muito diálogo com o governador, o que nós queremos é o bem do Rio Grande, da nossa cidade e dar segurança para o cidadão na saúde e dar segurança também na questão da economia”, destacou o prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo.

Ontem (04) foi o quarto dia de governo do prefeito Sebastião Melo. A posse ocorreu no dia primeiro, em cerimônia na Câmara de Vereadores. Após, foi feita a transmissão de cargo do agora ex-prefeito Nelson Marchezan Júnior, em cerimônia ao ar livre no Largo Glênio Peres.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *