O Fórum Institucional de Defesa da Justiça do Trabalho será lançado nesta quinta-feira

O lançamento do Fidejust (Fórum Institucional de Defesa da Justiça do Trabalho) ocorrerá nesta quinta-feira (7), às 17h, no Plenário Milton Dutra (av. Praia de Belas, 1.100), na sede do TRT4-RS (Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região), em Porto Alegre. O evento é aberto a toda a comunidade. O Fidejust terá atuação no âmbito estadual, com o objetivo de coordenar e desenvolver a comunicação digital de todas as ações de valorização, fortalecimento e defesa da Justiça do Trabalho como ramo especializado do Poder Judiciário. A página do Fidejust é https://fidejust.com.br.

A presidente do TRT-RS, desembargadora Vania Cunha Mattos, destaca a importância do empenho conjunto de entidades relacionadas à Justiça do Trabalho para esclarecer a sociedade sobre o papel da Instituição. “Somos a única justiça capaz de resolver conflitos entre o capital e o trabalho, desempenhando um papel essencial para a garantia dos direitos sociais e da cidadania”, afirma a magistrada. A presidente acrescenta que a Justiça do Trabalho também exerce a função de arrecadar contribuições previdenciárias e fiscais que decorrem de suas decisões.

“Neste momento, precisamos repassar tranquilidade à sociedade, assim como indicar a intransigente defesa das instituições democráticas, bem como a manutenção do diálogo produtivo e pacífico entre o Poderes da República. O entendimento, a conciliação, a mediação e a resolução pacífica dos conflitos se constitui na destinação própria da Justiça do Trabalho, e dentro desta mesma perspectiva é que devemos defendê-la”, avalia a presidente.

Além do TRT-RS, são participantes do Fidejust a AmatraIV (Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho da IV Região), a ABRAT (Associação Brasileira de Advogados Trabalhistas), a Agetra (Associação Gaúcha dos Advogados Trabalhistas), a Satergs (Associação dos Advogados Trabalhistas de Empresas no Rio Grande do Sul), o MPT-RS (Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Sul), o Sindicato dos Trabalhadores do Judiciário Federal e do Sintrajufe-RS (Ministério Público da União no Rio Grande do Sul), a seccional gaúcha da OAB/RS (Ordem dos Advogados do Brasil), a PGE-RS (Procuradoria Geral do Estado do RS), a Ajuris (Associação de Juízes do Rio Grande do Sul), a Apejust (Associação dos Peritos na Justiça do Trabalho), a AJD (Associação Juízes para a Democracia), a ALJT (Associação Latino-Americana dos Juízes do Trabalho), a ANPT (Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho), a Femargs/RS (Fundação Escola da Magistratura do Trabalho do Rio Grande do Sul), a Associação de Oficiais de Justiça Avaliadores Federais do Rio Grande do Sul), o Coditra (Conselho de Diretores de Secretaria da Justiça do Trabalho da 4ª Região), a CSP-Conlutas (Central Sindical e Popular Conlutas), a CUT (Central Única dos Trabalhadores), a CTB (Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil), a Fenassojaf (Federação Nacional das Associações de Oficiais de Justiça Avaliadores Federais), o Intersindical (Instrumento de Luta e Organização da Classe Trabalhadora), o Sindifisco-RS (Sindicato dos Servidores Públicos da Administração Tributária do Estado do RS), o SindPPD-RS (Sindicato dos Trabalhadores em Processamento de Dados do RS).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *