O governador gaúcho retomou a série de encontros com os deputados eleitos para a Assembleia Legislativa

O governador Eduardo Leite, ao lado do chefe da Casa Civil, Otomar Vivian, retomou, na tarde desta terça-feira (15), a série de encontros com deputados eleitos para a Assembleia Legislativa. As reuniões tiveram início na semana passada e foram retomadas após viagem do governador para a Fronteira Oeste, atingida por temporais, e para São Paulo, onde participou da abertura da Couromoda (Feira Internacional de Calçados, Artigos Esportivos e Artefatos).

Ao se reunir individualmente com cada um em seu gabinete no Palácio Piratini, Leite busca, além de alinhar projetos importantes para a retomada do desenvolvimento do Estado, ouvir as demandas das regiões representadas pelos novos parlamentares. “A agenda dos deputados, assim como a do meu governo, foi validada pelos gaúchos. Dessa forma, é legítimo que a gente traga para o debate”, destacou.

O primeiro encontro desta terça foi com o deputado estadual Mateus Wesp, que defende bandeiras ligadas ao ensino escolar, à cultura e à saúde. Provocado pelo governador, o parlamentar pontuou algumas das principais demandas da região do Planalto Médio, que reúne 155 municípios: em Passo Fundo, reforma do aeroporto Lauro Kurtz e construção de um presídio feminino, além da duplicação da ERS-324 e pavimentação de acessos asfálticos na região.

“Acho muito importante abrirmos esse canal de diálogo para alinhar ideias comuns, como a questão das concessões e privatizações, e também podermos discutir eventuais divergências. Assim poderemos fazer avançar o Estado”, afirmou Wesp.

O segundo deputado a ser recebido pelo governador nesta tarde foi Carlos Búrigo. Com trajetória política marcada pela atuação no Executivo, destacou entre as bandeiras a “redução do tamanho do Estado”. Entre outros postos, Búrigo foi prefeito de São José dos Ausentes, secretário da Fazenda de Caxias do Sul e comandou a Secretaria-Geral de Governo e a Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão do Estado do RS.

O deputado Juliano Franczak, o Gaúcho da Geral (PSD), ressaltou, ao dialogar com o governador, que, apesar da associação do seu nome à torcida do Grêmio, a atuação não ficará restrita ao esporte. O parlamentar pretende dar atenção especial à agricultura familiar e às tradições gaúchas ao longo do mandato.

Dando sequência às reuniões, Leite recebeu Aparecido Macedo, conhecido como Capitão Macedo. Natural do Paraná, o militar se radicou em Santo Ângelo, na região das Missões. A principal pauta do parlamentar diz respeito à saúde, uma vez que Santo Ângelo concentra as demandas da região. A militarização do ensino, por meio da ampliação de escolas militares, também é defendida por ele, bem como o reforço da escolarização no que tange ao nível técnico.

Em seguida, foi a vez de Vilmar Lourenço. Para ele, o ensino é a questão é chave para sair da crise. Outro tema fortemente apoiado pelo morador de Sapucaia do Sul é a geração de empregos e a valorização da agricultura, um dos pilares econômicos do Estado. Em consonância com o discurso de Leite, Lourenço defende que todas as estatais que dão prejuízo ao Executivo sejam privatizadas.

Chegando ao final da tarde, o governador recebeu Franciane Bayer, também eleita para o primeiro mandato. Franciane disse que trabalhará com o lema “fé, família e vida” e defenderá bandeiras como trânsito seguro, saúde, empreendedorismo e meio ambiente. Formada em Direito, contou ao governador que pretende dar continuidade ao trabalho da irmã, Liziane Bayer, eleita deputada federal, na Assembleia Legislativa.

O penúltimo a ser recebido, por volta das 19h, foi o cantor nativista Luiz Marenco. Com quase 30 anos de carreira artística, discografia de 25 obras, 23 CDs e 2 DVDs, o músico apoiará a cultura e a educação. Alavancar a cultura como fonte de geração de renda estão entre os objetivos do parlamentar.

Fechando a agenda desta terça, o governador recebeu Sebastião Melo, ex-vice-prefeito de Porto Alegre. O deputado defende a melhora dos serviços prestados pelo poder público, como o transporte coletivo, e também citou a necessidade de integração entre os municípios sob coordenação do Estado. Melo também apoia a iniciativa empreendedora e a inovação do sistema público.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *