O governo gaúcho lança acesso à Junta Comercial Digital para todos os municípios do Rio Grande do Sul

O governador José Ivo Sartori e o presidente da JucisRS (Junta Comercial, Industrial e Serviços do Rio Grande do Sul), Itacir Amauri Flores, lançam, nesta quarta-feira (28), às 11h, no Salão Alberto Pasqualini do Palácio Piratini, o acesso à Junta Digital por todos os municípios gaúchos, que estará disponível a partir de 1º de dezembro. Até agora, a ferramenta estava disponível apenas para Porto Alegre.

Também será assinado o Termo de Cooperação Técnica entre a JucisRS e o Banrisul para emissão de Certificado Digital. Para fomentar o empreendedorismo, o Certificado estará disponível gratuitamente por três anos na instituição bancária.

Flores destaca o papel da Junta Comercial, enfatizando a importância de alinhar a implementação da Rede Nacional para a Simplificação do Registro e Legalização de Empresas e Negócios – RedeSimples – em todos os municípios gaúchos até o final de 2019. Hoje, 147 cidades estão integradas à Rede, beneficiando 77% das micros e pequenas empresas no estado.

Demandas

Na última quinta-feira (22), o presidente da JucisRS, Itacir Amauri Flores, se reuniu com o chefe da Casa Civil do RS, Cleber Benvegnú, para dialogar sobre as demandas do órgão de registro tendo em vista a transição do atual governo estadual.

Um dos principais assuntos tratados foi a solenidade lançamento da Junta Digital e assinatura do termo de cooperação técnica entre a JucisRS e o Banrisul para emissão de Certificado Digital que será disponível gratuitamente por três anos pela instituição bancária para fomentar o empreendedorismo.

Projeto

O presidente destacou ainda o êxito do projeto implantado em Porto Alegre, o que motivou a sua expansão para todo o RS. “A Junta Digital hoje é uma realidade e um marco para a população. Não há mais como regredirmos, os empreendedores contam com mais agilidade, celeridade e segurança em seus processos totalmente inseridos no ambiente digital”, enfatiza.

O andamento do concurso público para suprir as necessidades da autarquia e o projeto piloto “Teletrabalho”, forma de atividade exercida à distância de forma autônoma pelos analistas técnicos do Registro do Comércio da JucisRS também foram abordados durante a visita. O chefe da Casa Civil colocou a Casa Civil à disposição da JucisRS.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *