O sol deve predominar nesta semana em Porto Alegre

Após um fim de semana nublado em Porto Alegre, a segunda-feira (19) começou com tempo firme devido ao afastamento da frente fria que atuava sobre o Rio Grande do Sul e ao avanço de uma massa de ar seco.

O sol deve predominar toda a semana. Porém, por conta da atuação do vento, que sopra do Sul, a temperatura deve ser amena durante a tarde desta segunda-feira.

No decorrer desta terça-feira (20), o vento muda de direção e o calor deve voltar a Capital, ainda com céu limpo. A partir de quarta-feira (21), as temperaturas poderão passar dos 30°C.

Confira a previsão do tempo:

Terça-feira, 20: o dia será claro e ensolarado. Apesar do amanhecer mais frio, a temperatura terá maior elevação à tarde. O vento sopra fraco do quadrante Leste, mas sopra moderado em alguns momentos durante a tarde. Mínima de 11°C e máxima de 29°C.

Quarta-feira, 21: o sol predomina mais uma vez com céu claro ao longo do dia. O vento se mantém calmo ou sopra fraco do quadrante Leste. A temperatura sobe mais e a faz calor à tarde. Mínima de 14°C e máxima de 32°C.

Quinta-feira, 22: o sol predomina ao longo do dia com o céu permanecendo claro em diversas áreas. O vento estará calmo ou sopra fraco do quadrante Leste/Norte. A temperatura terá elevação acentuada e provoca forte calor à tarde. Mínima de 16°C e máxima de 35°C.

Sexta-feira, 23: o sol aparece com nuvens, mas as nuvens aumentam no decorrer do dia e provocam chuva sobretudo da tarde para a noite. Não se descarta chuva localmente e o risco de temporal isolado e passageiro. A temperatura permanece elevada e provoca calor e abafamento. Mínima de 19°C e máxima de 34°C.

Metroclima

O Sistema Metroclima – Vigilância Meteorológica de Porto Alegre foi criado em 2007 para monitorar as condições atmosféricas na Capital gaúcha 24 horas por dia mediante uma rede de estações automáticas e pluviômetros que oferecem dados de chuva e outras variáveis meteorológicas em todas as zonas geográficas da cidade.

Para esse trabalho, de acordo com a prefeitura, são utilizadas as mais modernas ferramentas, como radares meteorológicos, sistemas de detecção de descargas atmosféricas, modelos numéricos nacionais e internacionais, acompanhamento de imagens de satélite, radiossondagens de aeroportos e estações automáticas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *