Operação Pentágono expõe organização criminosa de roubo a residências

A Delegacia de Repressão ao Crime Organizado de Canoas deflagrou na última terça-feira (01) a Operação Pentágono, que teve como foco a prisão de autores de roubos a casas em Porto Alegre e na região metropolitana. A ação contou com apoio da Susepe e da Brigada Militar.

Após um ano de complexa investigação de roubos praticados contra residências, a Draco de Canoas identificou uma organização criminosa voltada à pratica de crimes violentos, dentre eles, os roubos a residências.

Dezoito pessoas estão sendo investigadas com execução de ordens judiciais nas cidades de Porto Alegre, Canoas, Alvorada, Gravataí e Charqueadas. Foram cumpridas 31 ordens judiciais, sendo 27 mandados de busca e apreensão. Que resultaram no recolhimento de celulares e documentos. Um dos mandados foi cumprido com apoio da Susepe no Presídio de Alta Segurança de Charqueadas, na cela de um detento investigado por participação na organização criminosa.

O grupo atuava da seguinte forma: eles abordavam as vítimas quando elas estavam chegando em casa, aí então, com o morador rendido, entravam na residência e faziam a limpa. Na operação de ontem (01), quatro pessoas foram presas e serão encaminhadas ao sistema prisional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *