Os trabalhadores de uma obra foram trancados em um contêiner durante assalto em Porto Alegre

Trabalhadores de uma obra foram trancados por criminosos armados dentro de um contêiner, na madrugada desta quarta-feira (14), na avenida Farrapos, em Porto Alegre. Os bandidos roubaram fios de cobre do local.

Pelo menos seis ladrões chegaram na obra em um caminhão e renderam os funcionários, que ficaram mais de uma hora presos no contêiner. A Brigada Militar foi acionada quando os homens conseguiram se libertar. Ninguém foi preso.

Imagens

O Ceic (Centro Integrado de Comando de Porto Alegre) encaminhou à CEEE (Companhia Estadual de Energia Elétrica) e à 2º Delegacia de Pronto Atendimento, no fim da tarde de terça-feira (13), imagens que identificam o furto de fios do poste localizado na esquina da avenida Ipiranga com a avenida Azenha, que pegou fogo na manhã de segunda-feira (12).

O trânsito teve de ser bloqueado na região em razão do incêndio, causando grandes congestionamentos. Também houve danos materiais nos equipamentos de sinalização, falta de energia elétrica e transtornos nos serviço de telefonia e internet. Ninguém ficou ferido.

De acordo com a EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação), o princípio de incêndio foi visualizado por um agente por volta das 6h da manhã de segunda. Às 6h50min, com o aumento da intensidade do fogo, o cruzamento da avenida Erico Verissimo com a avenida Ipiranga foi totalmente bloqueado até as 8h20min.

O trânsito foi controlado por oito agentes de fiscalização, que se revezaram ao longo do dia, pois os semáforos foram danificados pelo fogo. O bloqueio da faixa da direita da Ipiranga no sentido Centro-bairro foi mantido até as 17h30min para os serviços de manutenção da CEEE e de operadoras de internet e telefonia.

Operação Metal

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Repressão aos Crimes Contra o Patrimônio das Concessionárias e os Serviços Delegados, vistoriaram sete estabelecimentos comerciais na Zona Leste de Porto Alegre na terça-feira. A ação faz parte da Operação Metal, realizada pelo Departamento Estadual de Investigações Criminais para combater a receptação de fios, cabos de cobre e baterias estacionárias, especialmente utilizados por empresas de telefonia.

Os policiais civis, juntamente com técnicos das empresas concessionárias de serviços públicos, diligenciaram os estabelecimentos buscando averiguar suspeitas de receptação de cabos de telefonia. Segundo o delegado Luciano Peringer, os proprietários dos estabelecimentos comerciais vistoriados não possuíam nenhuma irregularidade.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *