Polícia Civil prende traficantes que faziam tele-entrega de drogas em Gravataí

Nessa última quarta-feira (26) a Polícia Civil desarticulou um sistema de venda e tele-entrega de drogas. A quadrilha atuava na Região Metropolitana da capital. O esquema era comandado de dentro do Presídio Central.

A quadrilha atuava principalmente na cidade de Gravataí. Imagens divulgadas pela polícia mostram o momento exato das vendas, que aconteciam na rua, em plena luz do dia. Os criminosos combinavam as entregas e até mesmo uma possível aproximação da polícia por um grupo de WhatsApp. Dez criminosos foram presos e outros 14 integrantes, que já se encontravam dentro da cadeia, tiveram nova ordem de prisão expedida pela justiça.

“Uma longa investigação, desde novembro do ano passado, no qual nós identificamos aí quase 50 esquemas de tele-entrega de drogas diferentes, tudo relacionado a uma mesma facção”, contou o delegado Guilherme Calderipe.

Entre os presos também estão motoboys e motoristas que alugavam veículos em nome de terceiros para vender as drogas. A Polícia Civil estima que os traficantes movimentaram cerca de R$ 2 milhões com a venda dos entorpecentes.”Tudo relacionado também com uma apreensão de droga que nós fizemos há duas semanas, de quase 200 quilos de droga”, disse Calderipe.

Foram apreendidas drogas como maconha, crack e cocaína que estavam em um depósito pertencente à quadrilha. Alem de Gravataí, os mandados foram cumpridos em Porto Alegre, Cachoeirinha e Alvorada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *