Polícia investiga assassinato de haitiana em quarto de motel; câmera de segurança mostra suspeito do crime

A polícia está analisando as imagens de câmeras de segurança para tentar entender em que situação Germanie foi assassinada. A mulher, que vivia no Brasil há quatro anos com o companheiro e a sogra, foi morta enquanto trabalhava em um motel na madrugada de sábado (10), em Gravataí, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Já se sabe que o principal suspeito chegou às 21h de sexta-feira (9) no local e teria cometido o crime por volta das 5h da madrugada de sábado.

As imagens mostram que o homem conversou diversas vezes com a vítima na administração do motel e que ela esteve três vezes no quarto com ele. Na terceira vez, foi morta. A polícia acredita que ela tenha sido asfixiada.

Após o assassinato, o homem roubou o dinheiro do caixa e o celular da haitiana. A investigação acredita se tratar de um latrocínio e tenta identificar o suspeito, que fugiu do local.

Germanie deixa dois filhos. A comunidade haitiana está revoltada porque a família só ficou sabendo do assassinato horas depois e por meio de notícias. A haitiana trabalhava como recepcionista no motel há aproximadamente um ano e meio.

Veja os vídeos em: osul.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *