Porto Alegre divulga plataforma digital para alunos da rede básica

A prefeitura de Porto Alegre divulgou nesta terça-feira (02) uma nova plataforma para a educação básica. Até mesmo os alunos que não tinham acesso à internet estão inclusos no serviço que deve seguir, inclusive, após o distanciamento provocado pela pandemia.

Os mais de 34 mil alunos das escolas municipais de ensino fundamental, poderão acessar os conteúdos escolares, pelo celular ou computador, a partir do próximo dia 15. A prefeitura anunciou ontem (02) uma plataforma, que tem como objetivo facilitar e aproximar a relação entre Secretaria de Educação, escolas, pais e alunos. Pelo aplicativo será possível enviar materiais, realizar avaliações e, inclusive, confirmar a lista de presença dos estudantes. As aulas remotas serão consideradas dias letivos.

De acordo com dados da prefeitura, cerca de 97% das residências em Porto Alegre tem pelo menos um aparelho celular, mas muitos alunos ainda não tem acesso a internet, e nestes casos, o serviço será custeado pelo executivo municipal.

“Nós vamos compreender a dimensão da carência e da dificuldade de acesso, fazendo e rodando a plataforma, e eu quero dizer que todos os alunos que não tiverem acesso, eles terão oportunidade de recuperar este conteúdo”, explicou o secretário de educação de Porto Alegre, Adriano Brito.

A prefeitura fechou parcerias com empresas de leitura, e jogos de matemática, que irão oferecer atividades, caso os professores queiram utilizá-las. Inicialmente, o serviço será disponibilizado a 13 mil e 500 estudantes do sexto ao nono ano. A utilização da plataforma é totalmente gratuita para os usuários. O custo de R$ 1,23 por aluno ao mês será oferecido, em forma de doação, por uma empresa privada da capital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *