Preço diminui, e Porto Alegre registra litro da gasolina vendido a R$ 4,19

Com o corte de 20 centavos anunciado pela Petrobras, o preço da gasolina deve diminuir em todo o país. A sequência de reduções nas refinarias começa a ser repassada pelos postos do estado. Em Porto Alegre, já é possível encontrar o litro da gasolina por R$ 4,19.

Na tarde da última quinta-feira (26), o governador Eduardo Leite afirmou que o isolamento segue no estado, pelo menos, nos próximos 10 dias. Também na quinta-feira, três entidades empresariais lançaram um manifesto pela reativação econômica. Em nota, Fiegrs, Farsul e Fecomércio propuseram retorno gradual dos trabalhos a partir do dia 1º de abril e um retorno total no dia seis do mês que vem.

Nessa semana, a gasolina ficou 15% mais barata nas refinarias. Esta é a décima vez que a Petrobras reduz o preço nesse ano. Em canoas, na refinaria Alberto Pasqualini, o corte chega a 20 centavos. A pesquisa da Agência Nacional do Petróleo chegou ao valor de R$ 4,57como preço médio do litro da gasolina no Rio Grande do Sul. O valor mais baixo do litro foi encontrado em Porto Alegre, vendido a R$ 4,19.

A diminuição da procura pelo combustível se deve pelo avanço do coronavírus e a recomendação para as pessoas permanecerem em casa. O sindicato da categoria recebeu os dados da pesquisa com frustração. Para o presidente da Sulpetro, João Carlos Dal’aqua, a partir do dia seis de abril o governo poderia trabalhar com o retorno das atividades:

“Que a gente possa ir desafogando de alguma maneira, porque o comércio todo não vai suportar. Já estão ocorrendo demissões e cada um vai tomando suas decisões, caso não tiver um cenário que pelo menos nos possibilite fazer algumas projeções menos pessimistas. Esta é a situação no momento.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *