Prefeituras criam medidas para impedir a superlotação de hospitais

Com o aumento no número de casos de coronavírus no Estado, prefeituras de algumas cidades estão adotando medidas para impedir a superlotação de hospitais e pronto atendimentos.


Na última segunda-feira (23), a prefeitura de Porto Alegre instalou tendas para atendimento em áreas externas. Os locais que receberam as estruturas foram: os Pronto Atendimento Cruzeiro do Sul, Bom Jesus, Lomba do Pinheiro, Hospital Restinga Extremo Sul, Hospital Vila Nova e Hospital Materno Infantil Presidente Vargas. As unidades contam com profissionais orientando e diagnosticando pacientes.


“O objetivo desse atendimento em local específico nas tendas é para que seja um fluxo rápido do paciente com consulta, coleta de exames se forem necessários e liberação para casa com a medicação prescrita e com atestado para fins de isolamento domiciliar”, disse o Coordenador-Geral do Sistema Municipal das Urgências, de Porto Alegre, Diego Fraga Pereira.


Na região central, em Santa Cruz do Sul, já está em funcionamento o ambulatório da campanha, construído no ginásio poliesportivo da cidade. A estrutura conta com 50 leitos que serão utilizados para triagens, diagnósticos e também observação de sintomas gripais.


A Coordenadora do Sistema Municipal das Urgências de Santa Cruz do Sul, Raquel Rozeno deu algumas dicas para a população. “Você que está com sintoma respiratório, uma febre que não cede, pode vir aqui consultar conosco. Mas, se você tem sintomas leves com a febre controlada e não tem dificuldade de respirar fique em casa, ligue para o seu posto de saúde, tire dúvidas, ligue para os nossos números da vigilância sanitária, tire as suas dúvidas e não fique circulando por aí”, explicou Raquel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *