Presidente do Grêmio irá retirar assinatura de acordo firmado pelo fair play na disputa da Libertadores

Presidente do Grêmio irá retirar assinatura de acordo firmado pelo fair play na disputa da Libertadores

Após o anúncio da decisão da Conmebol, o presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Jr., afirmou em entrevista à Rádio Grenal, que irá solicitar à entidade sul-americana a retirada da assinatura do documento firmado pelos quatro clubes semifinalistas por fair play, na disputa da Copa Libertadores.

A ação do mandatário gremista surge em resposta a negativa da denúncia protocolada pelo clube, contra às infrações do técnico Marcelo Gallardo no jogo de volta, na última terça-feira, pela semifinal, que acabou com a desclassificação do time gremista. Na quarta-feira, um dia após o duelo, o Grêmio ação no  Tribunal Disciplinar solicitando perca pontos do time argentino por conta da postura do treinador que infringiu a punição da Conmebol e esteve no vestiário do time durante a partida desta terça-feira e também utilizou meio de comunicação para prestar orientações à equipe.

Após horas de expectativa pelo resultado do julgamento, a Conmebol anunciou que o River Plate se mantinha na final da Libertadores contra o Boca Juniors, e a aplicação de multa e afastamento de quatro jogos à Gallardo. A decisão foi criticada por Romildo: “Estamos muito decepcionados com o que a CONMEBOL acabou de fazer. É um completo desrespeito a competição e a própria entidade.Um dia alguém vai contar essa história, tomara que com riqueza de detalhes. Mas eu gostaria de saber muito o que aconteceu, quem começou julgando de uma forma e terminou de outra e o motivo”.

O mandatário afirmou que também irá retirar a assinatura no acordo de fair play assinado pelos times semifinais da competição em respeito ao fair play: “Estamos enviando um ofício à CONMEBOL, retirando a assinatura do Grêmio do documento do Fair Play, pois não acreditamos que a entidade o siga à risca”.

A decisão do Tribunal Disciplinar ainda cabe recurso na Câmara de Apelações, mas sem efeito suspensivo, mantendo assim a disputa das finais da Libertadores. O presidente gremista disse que o clube vai recorrer, mas não mostrou otimismo por uma decisão em que o time ainda consiga disputar a final.

Vamos pedir exatamente o que pedimos no primeiro grau, mas depois do jogo jogado, o que resta, na prática? Resta uma nova final? Sei lá, teria como consequência talvez isso “Vamos analisar o recurso, mas sem parar com a competição. Vou garantir o recurso, a luta a nossa dignidade. Nós queremos saber que tipo de pressão houve para tanta demora na divulgação da decisão”, afirmou o presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Jr.

FOTO: (LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA)

The post Presidente do Grêmio irá retirar assinatura de acordo firmado pelo fair play na disputa da Libertadores appeared first on Rádio Grenal.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *