Preso líder de quadrilha especializada em extorsão de LGBTs

Foi preso o homem apontado como o líder de uma quadrilha especializada em extorquir pessoas LGBT+ pela internet. Samuel Junio Napoli de Souza, de 21 anos, foi preso no Aeroporto de Guarulhos pela Polícia Federal após um aviso de agentes da 5ª Delegacia de Polícia (Área Central).Ele estava no Chile, e de acordo com a Polícia Civil havia um mandado de prisão em aberto contra ele. Ele foi preso quando passava pela imigração. Ele será encaminhado para Brasília para prestar depoimentos, e depois ficará detido no Complexo Penitenciário da Papuda.Três integrantes da quadrilha ainda estão foragidos, são eles Carlos Henrique Leão Costa, 19, e Paulo Rogério Vasconcelos Marques, 20.Atuação da quadrilhaO grupo era formado por oito pessoas, entre elas travestis e homossexuais, que usavam aplicativos de relacionamento para extorquir homens. Com atuação no Distrito Federal, Goiás, Ceará e São Paulo. Eles filmavam os encontros sexuais com as vitimas, e posteriormente, ameaçavam publicar os vídeos e enviar para familiares deles.Os suspeitos utilizavam contas falsas em aplicativos, voltados para o público gay, e convenciam as vitimas a marcar encontros em hotéis da cidade. Enquanto o encontro acontecia, outros integrantes da quadrilha ficavam escondidos filmando a relação. Na sequência, os integrantes agrediam a vitima e obrigavam a realizar transferências bancarias.A quadrilha possuía até mesmo maquina de cartão para retirar dinheiro das vitimas, os valores eram transferidos para contas de empresas fantasmas.


Membros da quadrilha detidos em Junho. (Foto: Reprodução/Foto: Sarah Peres/CB/D.A Press)

Parte do grupo foi preso em Goiás no mês passado. Foram detidos preventivamente Marcelo Dias Ferreira, 20 anos; Tifanny Lorrane, 20, nome social de Hiago Alves dos Santos; Paulo Henrique Alves Ferreira, 21; Estefanny, 24, nascida Eduardo Sousa Luz Santos; e Anitta, 24, batizada como Paulo Yago Pereira da Silva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *