Programa Recomeçar beneficia cem apenados em Canoas

Por Isadora Aires
Cem apenados serão beneficiados com o Programa Recomeçar no início deste ano. (Foto: TV Pampa)

Na manhã desta quarta-feira (28), ocorreu um evento para celebrar o Programa Recomeçar, em frente à Prefeitura de Canoas. Na ocasião, o governador Eduardo Leite assinou documento que permite que 100 apenados do regime semiaberto do sistema prisional da cidade trabalhem na manutenção de praças e escolas. Já existiam 80 pessoas integradas ao programa.

Para Edmilson da Rocha Machado, um beneficiado que passou doze anos em regime fechado e hoje se encontra em regime semiaberto, a iniciativa é “muito boa, porque a cada três meses trabalhados temos um mês a menos como presos”. Além da redução da pena, os participantes ainda tem direito a bolsa-auxílio de R$900,00 e uma cesta básica. Para ser convidado a participar do Programa Recomeçar, o apenado deve estar em regime semiaberto, já tendo cumprido parte da pena em regime fechado e apresentar bom comportamento.

No evento, o governador Eduardo Leite ressaltou a importância da iniciativa. (Foto: TV Pampa)

Os novos participantes do programa irão trabalhar com capina e pintura de escolas e de praças, além de costura de roupas de cama para hospitais – o primeiro hospital beneficiado com o projeto será o Hospital de Pronto Socorro (HPS), em Porto Alegre. Segundo o prefeito de Canoas, Luiz Carlos Busato, os apenados em breve começarão a fazer também uniformes de escola.

Para Leite, a iniciativa é importante porque “nós temos que compreender que todos [os presos] retornam ao convívio social e portanto é tarefa de todos nós reabilitá-los para conviver em sociedade.” Também esteve presente no evento Márcio Santa Maria, da Superintendência dos Serviços Penitenciários (SUSEPE).



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *