Recolhidas cerca de 7 toneladas de lixo eletrônico em Porto Alegre em 2018

A Coleta Itinerante de Resíduos Eletrônicos recolheu, entre os meses de fevereiro e dezembro, 6,68 toneladas de resíduos, número quase sete vezes superior ao coletado em 2017, que foi de 958 quilos. Em dias de coleta, o veículo fica estacionado no Lindoia Shopping das 9h às 15h. No último sábado, 15, foram recolhidos 145 quilos de materiais inutilizados.

A iniciativa ocorre devido à parceria entre o Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU), órgão que integra as secretarias municipais de Serviços Urbanos (SMSUrb) e do Meio Ambiente e da Sustentabilidade (Smams), e a empresa Trade Recycle. A previsão é que os serviços retornem em março de 2019. Foram entregues no local diversos eletrônicos, como TVs, monitores, CPUs, aspiradores, microondas, impressoras, rádios, teclados, cabos e periféricos caídos em desuso. Quando esses resíduos são descartados corretamente, é possível evitar a contaminação com as substâncias perigosas que esses objetos possuem, como chumbo e mercúrio, além de possibilitar o reaproveitamento de suas peças.

A coordenadora de Resíduos Sólidos da Smams, Rosele Neetzow, explica que, quando dispostos em locais inadequados e sem controle, esses materiais causam poluição no solo e nos corpos d´água. Dessa forma, contaminam a flora e a fauna da região, podendo chegar até as pessoas por meio dos elos da cadeia alimentar. ‘’Os eletrônicos estão cada vez mais presentes no cotidiano das famílias e das empresas. Esta parceria entre a iniciativa privada e a prefeitura possibilita que seja dado o destino correto a estes resíduos, inclusive com sua possível reutilização pela indústria”, afirma o secretário municipal de Serviços Urbanos, Ramiro Rosário.

A correta conservação e a disposição adequada evitam a extração de recursos naturais, possibilitam o destino mais nobre dos equipamentos e preservam a saúde pública. Além da Coleta Itinerante, Porto Alegre também possui nove pontos fixos destinados ao recebimento de materiais eletrônicos. 

Resíduos não recolhidos pela Coleta Itinerante de Eletrônicos: toner, CDs, disquetes, fitas cassete, gabinetes de computadores sem componentes, lâmpadas e pilhas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *